Google+ Seguidores

terça-feira, julho 27

Campanha eleitoral na Internet

Definitivamente a internet está liberada também para as campanhas eleitorais. Se é que algum dia ela tenha sido, efetivamente, bloqueada para essa finalidade. Afinal, a censura não teve autonomia sobre essa canal.
Resta saber se os candidatos saberão fazer o devido uso dessa importante mídia, cujo acesso da classe média brasileira tornou-se realidade. Se, de cada 3 brasileiros, 2 têm acesso ao computador, nos leva a crer que a internet poderá ser um importante diferencial no próximo processo eleitoral.
Numa rápida navegada pelos sites e redes sociais dos presidenciáveis, por enquanto nada de novo, apenas as tradicionais acusações de um ao outro, sem se preocuparem em identificar as verdadeiras possibilidadees que a Web possibilita.
Vamos acompanhar.

quinta-feira, julho 22

Imagem ofuscada

A BP, empresa responsável pela vazamento de óleo no Golfo do México, defecou e sentou em cima. Na tentativa de encobrir a realidade, ela usou o programa de tratamento de fotos, Photoshop, para manipular imagens do vazamento. A artimanha foi descoberta e a imagem da empresa que já não estava muito boa, ficou pior. Ontem, mais uma manipulação suspeita chamou a atençao. Numa das imagens, no canto superior, vemos a torre de controle do aeroporto. Mas, no meio do oceano???
Acesse aqui e veja mais fotos manipuladas de forma amadora. E veja também manipulações feitas por internautas, utilizando a mesma imagem da BP. É o fim.

quarta-feira, julho 21

Oportunidade p/ Gerente de Marketing SP

O MercadoLivre.com está recrutando para uma vaga de gerente de marketing em São Paulo. Candidatos devem ter curso superior completo em comunicação/publicidade, economia ou administração e inglês fluente. Pós-graduação será considerado um diferencial.
O profissional será responsável por fazer negociações e compras de mídias, identificar novos canais de marketing, desenvolver o posicionamento da marca MercadoLivre e avaliar as melhores práticas de mercado, entre outras atribuições.
É fundamental que o candidato tenha experiência em gestão de pessoas e mídia on-line em empresas de comércio eletrônico, agências de publicidade e/ou portais. Profissionais de outras áreas também serão considerados, desde que tenham experiência em marketing on-line.
Para concorrer, o candidato deve se cadastrar no site www.vagas.com.br e procurar pela vaga “v274943”.
Confira novas oportunidades.
Fonte: G1.com.br.concursoseempregos.

Guerrilha, viral e buzz marketing

A maior e mais antiga empresa de mudança dos Estados Unidos, a Mayflower, lançou um comercial bem intrigante. Uma gigantesca boneca de madeira caminhando pelas ruas da cidade até a sua nova casa. Não se trata de uma grande produção, mas a operação é bem feita e dar uma olhada.
Resumindo, uma fusão de marketing de guerrilha, viral e buzz marketing. Um bem bolado.

Cuidado com sua imagem

Redes sociais e comunidades na Internet deram maior relevância aos stakeholders (pessoas que, de alguma forma, se relacionam com a empresa). Por esse canal, ficou fácil sugerir, criticar e dizer o que pensam. E isso influencia por demais outras pessoas.
Apesar de todo cuidado no relacionamento com o mercado, essas opiniões tem força suficiente para refletir negativamente na imagem das companhias. O que é difícil de construir, torna-se fácil de destruir. Basta uma gafe para que a opinião pública perca a credibilidade na empresa, marca ou produto.
As redes sociais, compostas de milhões de seguidores e com uma mobilidade incrível, estão revolucionando o relacionamento entre consumidores, opinião pública e empresas. Queiram ou não, as organizações terão que se planejar melhor e aprender a trabalhar nesse novo contexto.
No Brasil, internautas passam 60% do seu tempo nas redes sociais. Não é tão fácil criar boa imagem e reputação nos dias de hoje. Comunicação, ética, transparência, honestidade, questões social e ambiental devem fazer parte da rotina de toda e qualquer empresa, independente do seu tamanho e localização.

terça-feira, julho 20

Lins na segunda divisão

Calma linenses, não estou falando de futebol. O nosso glorioso CAL está na divisão de elite do futebol brasileiro. Fiquem tranquilos.
Me refiro ao pífio resultado obtido pela cidade na 54ª edição dos Jogos Regionais, disputados em Lins. De 8 cidades participantes, Lins ficou com a penúltima colocação. Caiu, portanto, para a segunda divisão dos jogos.
E o pior é que não se tem informações de que o poder público tenha um projeto de médio a longo prazo para melhorar o desempenho dos atletas linenses. Aliás, essa administração municipal só só se sujeita a fazer previsões de curto prazo, desde que esteja dentro do período do seu próprio mandato. É uma pena.
Em 2012 Lins sediará novamente os Jogos Regionais e, por força do regulamento, a cidade sede deve, obrigatoriamente, disputar a 1ª divisão. Ainda bem.

quinta-feira, julho 15

Anúncios premiados dão mais resultado?

O IPA – Institute of Practitioners in Advertising apresentou um estudo alegando que anúncios premiados são 11 vezes mais eficientes do que os não premiados. Baseia a afirmação no crescimento de mercado, vendas, lucros, retorno do investimento e apelo emocional.
Segundo Bert Moore, diretor de estratégia da Lowe Worldwide, "criatividade e eficiência sao inseparáveis. Fonte: www.bluebus.com.br.
De fato, criatividade sem eficiência não é criatividade. Serve para que?
De nada adianta uma campanha inédita, repleta de criatividade, se o produto ou serviço oferecido não atender as necessidades do consumidor. No início pode até impulsionar a compra, mas, num breve futuro, poderá ser um "tiro pela culatra" para a reputação da marca.
Um exemplo recente que vem gerando discussão na web é a campanha de um banco que utiliza a música Imagine, de John Lennon. A produção é lindíssima, mas destoa da letra da canção que prega um mundo melhor e sem ganâncias. Segundo o Procon, dentre as 10 empresas mais reclamadas do Brasil, esse banco está 2º lugar.

terça-feira, julho 13

Vendas de TVs: o antes e o depois da Copa

No mês anterior à Copa do Mundo, o volume de vendas de móveis e eletrodomésticos subiu 19,5% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo pesquisa divulgada em 13/7, pelo IBGE.
Além disso, o Dia das Mães e o contínuo aumento do crédito também contribuíram para o crescimento.
O consumidor que comprou uma TV nova após a eliminação da seleção brasileira pela Holanda, saiu ganhando. O desconto em algumas redes de varejo chegaram a 40%. O maior desconto, até então, foi registrado no site Americanas.com para a TV de LCD Full HD Scarlet, da LG, 47 polegadas que baixou de R$6.499, antes da Copa, para R$3.899 e o aparelho de LCD da Samsung, 22 polegadas, de R 1.299 chegou a sair por R$799.
Além da frustração pela eliminação do Brasil, imagine quem comprou a médio ou longo prazo? Pesquise sobre dissonância cognitiva.

Escola? Cuidado! Escolha.

O Jornal O Estado de São Paulo, publicou recentemente matéria sobre o crescimento de professores sem diploma na educação básica do País. Sem curso superior lecionando para os ensinos infantil, fundamental e médio saltou de 594 mil em 2007 para 636 mil em 2009, representando 32% do total.
Pela LDB, de 1996, todos os professores de ensino fundamental e médio deveriam ter curso superior. Projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional dá mais 6 anos de prazo e estende a obrigatoriedade também para o ensino infantil.
Uma opção, *não muito adequada*, para corrigir esse número é a parceria entre governo federal, Estados e universidades, por meio de um programa de ensino a distância para professores, além de créditos e bolsas para os docentes que entram na faculdade.

PARA LEMBRAR
- Cursos ruins formam 25% dos docentes;
- Os cursos de Pedagogia se destacaram nas recentes avaliações do Ministério da Educação pelo crescimento de notas ruins e de oferta;
- Dados do Enade, de 2009, indicam que o número de cursos mal avaliados passou de 28,8% do total (172 cursos), em 2005, para 30,1% (292). Os cursos ruins formam um em cada quatro futuros professores;
- Entre 2002 e 2007, a oferta de cursos subiu 85% - um porcentual acima da média geral (63%). Em cinco anos, os cursos de Pedagogia passaram de 1.237 para 2.295. Segundo especialistas, a proliferação ocorre por causa da facilidade de montar um curso.

*Em minha opinião, o EAD ainda não tem condições de formar adequadamente nenhum profissional. Basta analisar a quantas anda a educação presencial e os sérios problemas que enfrenta. Dar créditos ou bolsas aos professores e deixá-los escolher o melhor curso seria uma excelente opção.

Professores e o transtorno mental

Em 2009, 10% dos 55 mil docentes da rede municipal de São Paulo se afastaram de suas funções em razão de transtornos mentais e comportamentais. Os dados foram feitos pelo DSS (Departamento de Saúde do Servidor) da Secretaria Municipal de Gestão e Desburocratização.
Em 1999, esses transtornos eram responsáveis por cerca de 16% dos afastamentos. Dez anos depois, a porcentagem subiu para 30% - de um universo aproximado de 16 mil afastados.
As demais causas de afastamento são doenças osteomusculares, como lesão por esforço repetitivo, e do aparelho respiratório.
Sobre as ações que a secretaria de Educação faz para melhorar as condições de trabalho, a nota afirma que os salários foram reajustados em 40,9% e haverá mais 33,79% nos próximos três anos. As informações são do Jornal da Tarde.
Fonte: http://educacao.uol.com.br/
O que não aparece no texto é uma explicação transparente das verdadeiras razões que levam os docentes ao afastamento, além dos baixos salários: insegurança em sala de aula, falta de infra-estrutura e valorização do professor.

terça-feira, julho 6

A força da embalagem na comunicação

A mídia está aí. Use-a quem quiser (ou souber).
Já há muito tempo que designers antenados ressaltam as embalagens como importante canal de comunicação direta com o consumidor final. Empresas que não perceberam isso ainda têm tempo de apostarem nesse canal para complementar suas campanhas de forma eficiente.
Atualmente, consumidores valorizam muito os rótulos e a comunicação estampada nas embalagens como forma de perceber a transparência e seriedade das empresas, com relação a qualidade dos seus produtos.
Antes, só olhavam a frente da embalagem. Hoje, observam informações sobre saúde e bem-estar, receitas, dicas de melhor aproveitamento etc.
Consumidores mais antenados e exigentes. É bom ficar atento.

50% Psicologia x 50% tecnologia

Psicologia e Marketing deveriam andar juntos para se alcançar um objetivo comum. A decisão de compra dos clientes sofre influências psicológicas, sociais, culturais e de crenças. Se a empresa não convence o cliente de que o seu produto é o melhor, o jeito é estudá-lo detalhadamente para identificar o que realmente ele precisa e, aí sim, produzir, anunciar e vender o produto adequado a sua preferência.
Lançar um novo produto sem as devidas informações de mercado pode gerar decepção e frustração. E corrigir esse erro posteriormente pode custar muito caro à imagem corporativa ao relacioná-la a um produto natimorto.
Não só o lançamento, mas os canais de vendas, propaganda, pós-vendas e outras ações dependem de uma análise antecipada do perfil psicológico dos futuros clientes.
Segundo Gracioso (1990), "posicionar um produto significa associá-lo a uma série de atributos (qualidade, vantagens, forma de uso, apresentação, preço, imagem publicitária) que façam com que os consumidores percebam esse produto como o mais indicado para atender às suas necessidades".

sexta-feira, julho 2

A voz do povo não é a voz de Deus

Já caiu por terra a lei do "ficha limpa" aprovada recentemente pelo Senado para coibir a participação de políticos condenados na próxima eleição Era de se esperar. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. Aliás, favorece quem tem juízes ao lado, cúmplices das malandragens e da impunidade.
Urgentemente precisaremos criar uma lei "ficha limpa" para o judiciário que já cometeu desmandos suficientes pra se mostrar enlameado, tal qual a maioria dos políticos brasileiros. O chefão das falcatruas parece ser o cangaceiro Gilmar Mendes. E, agora, tem ao lado mais um cupincha, Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal.
De fato, a voz do povo não é a voz de Deus. Tem gente que se acha Deus e tem gente que tem certeza de que é o próprio. Por trás do clima da copa, políticos condenados agiram na surdina. Acorda, Brasil!

O gigante caiu

O Brasil foi mais um dos gigantes a cair fora da Copa do Mundo 2010. Itália, França e Portugal se foram em razão de suas próprias limitações técnicas. E o glorioso futebol arte perdeu o jogo por sua incapacidade de concentração e de manutenção da calma. E, pra não perder o hábito, os mais de 180 milhões de técnicos brasileiros terão que eleger um culpado: Dunga retranqueiro, Felipe Melo descontrolado, Kaká irreconhecível, Robinho pipocando, Ganso e Neimar não convocados e bla bla bla. A realidade é uma só: o mundo todo sabe jogar futebol. Cada um com suas peculiaridas e virtudes, mas ninguém é totalmente "bobo" quando se trata de praticar esse esporte. A realidade está de volta. Os problemas persistem e a corrupção segue disfarçada, escondida por trás de eventos dessa natureza, ao lado da insegurança, impunidade, falta de saúde e de uma educação adequada. Retornemos ao trabalho, chega de festa. Mas, jamais deixe de acreditar no Brasil. Ele ainda é maravilhoso e precisa da sua sobriedade na hora de escolher os próximos governantes. Avante, Brasil!