Google+ Seguidores

sexta-feira, junho 7

Você sabe como foi criado o velcro?


velcro (2)

A história acidental e fisicamente dolorosa do velcro

Coletes salva-vidas, armas Nerf de brinquedo, sapatos ortopédicos: estas coisas deixam a vida melhor, e todas dependem de um sistema com propriedades mágicas, que usa ganchos e laços para fixação.

Você deve conhecê-lo pela sua marca mais onipresente, Velcro®. Na verdade, chamar algo de “velcro” é se referir a um produto muito específico, criado há exatamente 65 anos pelo engenheiro Georges de Mestral – e sua ideia revolucionária, é claro, foi um acidente.

A jornada do velcro começa na Suíça em 1941, quando de Mestral saiu em uma viagem de caça com seu cão, e os dois ficaram cobertos de sementes de bardana, que causam irritação. Isto deve ter sido algo frustrante: imagine tirar as sementes grudentas, uma a uma, de você e do seu cão. Mas, em vez de se irritar, de Mestral canalizou sua energia em usá-las para o bem.

Por mais simples que o velcro possa parecer, foram necessários sete anos de pesquisa até que de Mestral criasse, em 1948, sua obra-prima: duas tiras de tecido, uma com milhares de ganchos minúsculos, e outra com a mesma quantidade de laços igualmente pequenos.

velcro (1)Para ele, a textura do tecido (feito de nylon) parecia veludo. E em francês, gancho é “crochet”. Combinando as duas palavras – veludo e crochet – de Mestral chamou sua invenção de velcro (que não se refere a produtos em geral, e sim à marca VELCRO®, como o site da empresa se apressa em apontar).

Inicialmente vendido como uma solução genérica para fixação, o produto só decolou depois que a NASA o utilizou em 1967 na missão Apollo 1, como uma maneira conveniente de manter os objetos dos astronautas à mão – basta colá-los nas paredes da nave. Talvez seu uso mais famoso, no entanto, tenha sido o relógio de pulso para astronautas.

A popularidade do Velcro se manteve: nas décadas seguintes, o sistema de gancho e laço chegou a relógios de pulso, tênis, hospitais, carteiras pouco atraentes e outros.

Então da próxima vez que você prender algo usando um produto genuíno VELCRO®, agradeça a um suíço e seu cão, que ficaram cobertos em pequenas sementes dolorosas, tudo para tornar sua vida um pouco melhor.

Fonte: UOL.com 07 jun, 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário