Google+ Seguidores

terça-feira, setembro 22

Lins não pode parar

A Revista Isto É desta semana apresenta uma reportagem completa sobre a associação entre o JBS e a Bertin. De lambuja, ainda resume a bela história do Marfrig. Para mim, linense e bairrista assumido, fica a sensação de perda de um dos poucos e maiores patrimônios que levavam o nome da cidade para além das fronteiras. Sim, foi a Bertin que globalizou o nome de Lins e essa associação, como preferem chamar, apesar das melhores perspectivas que se horizontam, levou - ou levará - o comando da empresa para longe dos nossos quintais. A grande empresa genuinamente linense agora tem novos administradores. Nos resta torcer pela JBS como torcíamos pela família Bertin. E que a cidade não sofra as mesmas conseqüências vividas com a Kodak e Garavelo, apesar da história ser bem diferente.

Um comentário:

  1. oláá.......tbm é um blogueiro.......
    vou visitar sempre!!!!
    até
    Mari

    ResponderExcluir