Google+ Seguidores

terça-feira, dezembro 6

Mais uma vítima da crise mundial


A American Airlines, uma das empresas cuja história já foi case de marketing bem sucedido, é a mais nova vítima da crise financeira mundial que afeta principalmente Europa e EUA.
Dentre os vários motivos estão os altos custos trabalhistas e o crescimento da concorrência que levaram as dívidas da companhia perto de US$30 bilhões. Outro fator foi a falta de renovação da frota que é antiga e consome bem mais combustível.
Para prejudicar ainda mais a imagem da companhia, em 2001, dois de seus aviões foram usados por terroristas nos atentados de 11 de setembro ao World Trade Center e ao Pentágono. Na mesma época, as companhias de baixo custo começaram a ganhar espaço e já detêm 28% do mercado nos Estados Unidos.
A salvação da AA está numa possível fusão com a US Airways, que vive situação financeira melhor.
Fonte: IstoÉ Independente.
Resumindo, todos os fatores estão relacionados a um sistema administrativo que não levou em conta a competitividade do mercado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário