Google+ Seguidores

segunda-feira, julho 18

Vender e não entregar.

As empresas de vendas online estão com a barba de molho. Só em 2011, mais de 20 mil pessoas foram ao Procon registrar queixa contra as Americanas.com.
Não é exclusividade das Americanas. O fato tem se repetido com frequência cada vez maior em todo o segmento das vendas online.
Em razão do crescimento do poder aquisitivo da população e da popularização da internet, as vendas eletrônicas crescem uma média de 35% por ano desde 2006. Em 2008, cerca de 13 milhões de brasileiros utilizavam esse canal. No ano passado, já foi próximo de 23 milhões de compradores.
O que parecia um conforto tornou-se um problema já conhecido do País nas lojas reais. O crescimento das vendas na internet não recebeu investimentos proporcionais suficientes das empresas de logística e distribuição. Com isso, há enorme atraso na entrega das encomendas.
Só este ano, o Reclame Aqui, um site que recebe reclamações dos consumidores, registrou 58 mil queixas contra as 14 maiores lojas virtuais do País. Americanas.com, Comprafácil, Submarino e Shoptime.com. Essas são as campeãs de queixas dos consumidores.
Fonte: IstoÉ Economia & Negocios.
Não prometa o que não consegue cumprir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário