Google+ Seguidores

segunda-feira, agosto 16

Lá se foi a TAM do Comandante Rolim

"Uma das primeiras MARCAS LEGENDÁRIAS do Brasil, de extraordinaria qualidade, a TAM, a TAM do COMANDANTE ROLIM, acaba de concretizar, o que no depoimento de seu presidente, LÍBANO BARROSO, “não foi uma aquisição nem fusão. Foi uma combinação”. Dá vontade de perguntar, com anágua ou sem anágua?! Combinações não existem; existem fusões, aquisições e joint-ventures; o resto é papo furado, é embromation, enrrolação. Já no entendimento dos analistas, o que aconteceu de verdade mesmo é que a família vendeu a TAM epela bagatela de US$3,7 bilhões, e ponto. De qualquer maneira, a costura do negócio é de uma complexidade absurda e, assim, a probabilidade de ser desfeito é significativamente maior do que de prosperar. Isso posto, não existe mais a menor dúvida: a família foi incapaz de suportar o peso da responsabilidade da extraordinária e legendária MARCA construída pelo inesquecível e também legendário COMANDANTE ROLIM. Tudo o mais é conversa fiada."
Comentário extraído na íntegra do Blog do Madia, de quem sou seu fã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário