Google+ Seguidores

quarta-feira, julho 22

Sem crise, sem assunto

Profissionais que monitoram o mercado fiquem atentos às oportunidades. Em breve poderá vir à discussão mais uma daquelas crises nascidas da irresponsabilidade dos governantes. Em fevereiro, a inadimplência nos cartões de crédito nos EUA atingiu o nível mais alto dos últimos 20 anos. Os prepotentes americanos devem às operadoras US$ 931 bilhões, quase seis vezes o valor da Petrobras, maior empresa brasileira. São 800 milhões de cartões, média de seis para cada cliente. No Brasil há cerca de 128 milhões de cartões. A crise dos cartões será mais uma etapa do colapso da economia americana que assombra o já enfraquecido sistema financeiro do país. O governo americano reagiu rápido e a expectativa é “apenas” de retardamento da retomada do crescimento. Pelo menos o nosso presidente já sabe a diferença entre uma onda enorme e uma "marolinha".

Um comentário:

  1. São números até surpreendentes...como os cartões de crédito ganharam tanto espaço na vida dos consumidores....
    e aqui no Brasil....cerca de 67% dos cartoes existentes sao para pessoas das classes C,D e E ou seja...que ganham aproximadamente entre...277,00 e 1195,00.....
    E realmente...quem se antecipa.....cria vantagens competitivas e decolam no mercado....

    Juliana Lopes

    ResponderExcluir